';
side-area-logo

Utilização do clipping para monitoramento

Para começar, vamos retomar conceitos básicos para que você entenda o que vou falar hoje, assessoria de imprensa. Essa área da comunicação é exercida por um jornalista, formado, que tenha experiência em redações e que possa conduzir o relacionamento da sua empresa/produto/pessoa com a imprensa, através de envio de releases, organização de entrevistas e etc, etc, etc.. Assessoria de Imprensa é basicamente isso, para ser mais direto. Outro conceito importante é o de release, que é um texto jornalístico elaborado pelo assessor de imprensa com o objetivo de divulgar o negócio para qual ele trabalha. Sugiro que leia mais nosso outro post para entender melhor.

Bom, entendido isso, vamos seguir para o que é o objetivo deste post: o monitoramento de mídia espontânea. Esse monitoramento é o que chamamos tecnicamente de clipping ou clipagem. A ideia deste método é para dimensionar o alcance do trabalho da assessoria, através da percepção do que foi publicado. Mas, além disso, a clipagem te permite analisar a concorrência para uma atuação rápida e eficaz.

O clipping gera um relatório, esse relatório pode ter inúmeras métricas, vai depender de qual o assessor mais usa para mostrar como o trabalho está se saindo em termos financeiros. Outro fator é a observação, é possível, quando o veículo te possibilita isto, ver a repercussão daquele assunto através de comentários, de compartilhamentos, de curtidas. E não só a repercussão, mas o clipping te possibilita antecipar crises.

É importante que o clipping seja profissional para que você possa tomar decisões cada vez mais assertivas em relação ao seu negócio.

      Gostei
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • LinkedIN
  • Pinterest
Compartilhe
Deixe um comentário